Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Albanian, Portuguese, Sexo, Sexo, Sexo
Histórico
Busca no blog
01/05/2011 a 31/05/2011 01/03/2011 a 31/03/2011 01/02/2011 a 28/02/2011 01/01/2011 a 31/01/2011 01/12/2010 a 31/12/2010 01/11/2010 a 30/11/2010 01/10/2010 a 31/10/2010 01/09/2010 a 30/09/2010 01/08/2010 a 31/08/2010 01/07/2010 a 31/07/2010 01/06/2010 a 30/06/2010 01/05/2010 a 31/05/2010 01/04/2010 a 30/04/2010 01/03/2010 a 31/03/2010 01/02/2010 a 28/02/2010 01/01/2010 a 31/01/2010 01/12/2009 a 31/12/2009 01/11/2009 a 30/11/2009 01/10/2009 a 31/10/2009 01/09/2009 a 30/09/2009 01/08/2009 a 31/08/2009 01/07/2009 a 31/07/2009 01/06/2009 a 30/06/2009 01/05/2009 a 31/05/2009 01/04/2009 a 30/04/2009 01/03/2009 a 31/03/2009 01/02/2009 a 28/02/2009 01/01/2009 a 31/01/2009 01/12/2008 a 31/12/2008 01/11/2008 a 30/11/2008 01/10/2008 a 31/10/2008 01/09/2008 a 30/09/2008 01/08/2008 a 31/08/2008 01/07/2008 a 31/07/2008 01/06/2008 a 30/06/2008 01/05/2008 a 31/05/2008 01/04/2008 a 30/04/2008 01/03/2008 a 31/03/2008 01/02/2008 a 29/02/2008 01/01/2008 a 31/01/2008 01/12/2007 a 31/12/2007 01/11/2007 a 30/11/2007 01/10/2007 a 31/10/2007 01/09/2007 a 30/09/2007 01/07/2007 a 31/07/2007 01/08/2006 a 31/08/2006 01/07/2006 a 31/07/2006 01/06/2006 a 30/06/2006 01/05/2006 a 31/05/2006 01/04/2006 a 30/04/2006 01/03/2006 a 31/03/2006 01/02/2006 a 28/02/2006 01/01/2006 a 31/01/2006 01/12/2005 a 31/12/2005 01/11/2005 a 30/11/2005 01/10/2005 a 31/10/2005 01/09/2005 a 30/09/2005 01/08/2005 a 31/08/2005 01/06/2005 a 30/06/2005 01/05/2005 a 31/05/2005 01/04/2005 a 30/04/2005 01/03/2005 a 31/03/2005 01/02/2005 a 28/02/2005 01/01/2005 a 31/01/2005 01/12/2004 a 31/12/2004 01/11/2004 a 30/11/2004 01/10/2004 a 31/10/2004 01/09/2004 a 30/09/2004 01/08/2004 a 31/08/2004 01/07/2004 a 31/07/2004 01/06/2004 a 30/06/2004 01/05/2004 a 31/05/2004 01/04/2004 a 30/04/2004 01/03/2004 a 31/03/2004
Visitas   
 
Qual foi a pior mentira que te contaram e você acreditou?

Esta terça é 1º de abril, ou seja, Dia da Mentira. Normalmente um homem sério, que trata apenas de assuntos relevantes para o destino da humanidade enquanto espécie inteligente, este humilde Editor do UOL Tablóide aproveita e se solta: conta piadas (com e sem graça), conta histórias (com e sem sentido) e conta mentiras, ainda que ninguém acredite nelas. Mas faz parte da brincadeira, certo?

E, embora ninguém goste de admitir, todos nós já fomos enganados. Você. Eu. Todos já ouvimos mentiras e acreditamos cegamente. Caímos como patinhos. Ou como cisnes, para deixar este blog com um ar mais elegante. Então, eu te pergunto: qual foi a pior mentira que te contaram e você acreditou? Aquele que, quando você descobriu, te fez dar um tabefe na própria testa e se perguntar "como fui cair nessa"?

ps - qual foi a maior mentira que você já contou? Responda aqui...

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 19h45
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Minutos de sabedoria da Sub da Sub - 2

Sim, ela está enrolando o Editor do UOL Tablóide. Sim, ela ainda não contou tudo o que viu em Votu.

Mas, como atenuante, ela não pára de produzir seus incríveis minutos de sabedoria.

1) "Tem gente que gosta de sexo tântrico. Eu prefiro sempre o caminho mais curto."

2) "Mexam com tudo, menos com as minhas rosquinhas de Mauá."

3) "Qualquer piada tá valendo, né? Assim não tem graça."

4) "Eu sou seu chefe. Me dá o café."

5) "Temos tantos projetos paralelos que ninguém cuida do essencial."

6) "Eu tenho compaixão, mas isso não importa."

7) "Porque o futebol faz sentido."

8) "O quê? Não ouvi, hein, graças a Deus."

9) "E aí, vai querer ou não? Última chance."

10) "Posso falar? É muita pretensão sua querer entender as coisas."

Por essas e outras que é muito bom trabalhar com ela.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 16h49
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Todo mundo quer carinho e atenção. Até o ursinho Knut

Lembra do ursinho Knut? Aquele que ficou famoso após ser rejeitado pela mãe no zôo de Berlim?

Então... Li hoje no UOL Bichos que um tratador de Knut contou algumas peculiaridades sobre o famoso ursinho. Um trecho da matéria:

"O tratador Markus Roebke disse ao jornal alemão Bild que Knut não tem consciência de que é um urso polar. 'Ele pensa que o tratador que cuidou dele na infância, Thomas Doerflein, é seu pai', disse Roebke em entrevista ao jornal.

'Assim que ele cheira o tratador ele começa a chorar', diz Roebke. 'Por isso seria melhor se ele mudasse para outro zoológico'.

Os empregados do zoológico de Berlim já não podem mais brincar com o urso, que mede dois metros e pesa 140 quilos.

'Knut precisa de público', disse Roebke, que também afirmou que o urso fica 'ganindo' em dias que não recebe visitas. 'Em um dia em que o zoológico ficou fechado ele chorou até um tratador se postar na frente de seu recinto', afirmou o tratador."

Conclusão da história: todo mundo quer carinho. Até o ursinho Knut.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 17h27
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Você pretende fazer sexo em 2050? Como?

O francês "Le Monde" de hoje tem uma matéria que muito interessa a este humilde escriba: "As formas possíveis de fazer sexo em 2050" (clique e leia a tradução do UOL Mídia Global).

Separei um trecho: "O título da tese que ele defendeu, em outubro de 2007, na Universidade de Maastricht (Holanda), 'Relação íntima com um parceiro artificial', fala por si mesmo. E mais ainda o do livro que a editora HarperCollins dela extraiu, 'Love and Sex with Robots' ('Amor e sexo com robôs'). Resumindo: David Levy afirma que em 2050, os robôs se parecerão tanto com a gente, no plano físico e comportamental, que alguns dentre nós se apaixonarão por eles, e com eles terão relações sexuais."

Se o futuro será assim, não tenho pressa alguma! Prefiro o presente!

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 17h14
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Estados Unidos enviam peças de mísseis nucleares por engano. Por engano!

A notícia está no jornal de hoje e é séria: Estados Unidos enviam peças de mísseis por engano:

"Os Estados Unidos enviaram quatro detonadores de mísseis nucleares para Taiwan, no lugar de baterias para helicópteros. O erro ocorreu há um ano e meio, mas foi descoberto na semana passada, admitiu o Pentágono ontem."

Por engano!

Chamar a namorada pelo nome da ex é constrangedor; esquecer a porta do banheiro do seu trabalho destrancada e ser surpreendido por um colega é constrangedor; enviar um bilhetinho com uma cantada, por engano, para o chefe é constrangedor...

Agora, enviar "quatro detonadores de mísseis nucleares" para outra nação (no caso, Taiwan) é muuuito constrangedor!

Fico imaginando a ligação de desculpas:

"Oi. Acho que houve um engano. Aquele pacote que chegou aí não tem aquilo que nós combinamos, mas mísseis nucleares. Foi mal!"

"Oi. Acho que houve um engano. Acho que o material que vocês compraram de nós foi parar nas mãos de uma organização criminosa que estamos enfrentando. Para vocês, mandamos mísseis nucleares. Foi mal!"

"Oi. Acho que houve uma sabotagem. Acho que estão querendo dizer que nosso país é meio incompetente e não sabe tomar conta nem mesmo de seus mísseis nucleares, que dirá do resto do arsenal. Não acredite, OK? É trote!"

"Oi. Mal aí pelos mísseis. Abraço e satisfação!"

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 18h08
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Minutos de sabedoria da Sub da Sub

Enquanto enrola e esconde todo o ouro que descobriu em Votu, a Sub da Sub não pára de produzir suas frases, verdadeiros novos minutos de sabedoria.

O Editor do UOL Tablóide achou melhor publicá-los, antes que eles se percam, como palavras ao vento. Nos dias que vêm por aí, mais detalhes sobre a incrível diligência da Sub da Sub para Votu, a terra da beleza.

1) "É horrível isso, mas a vida é assim mesmo, não tem muito o que fazer."

2) "Rodízio é opcional. A multa tá aí pra isso."

3) "As pessoas têm de se segurar um pouco."

4) "As pessoas perderam. É isso. Têm de aceitar."

5) "Até pro limite extremo tem de ter algum limite. Aula de ioga-trance-dance não dá."

6) "Enquanto vocês estavam na faculdade, eu já estava na sala do café."

7) "Eu não perdi o avião: eu errei o dia."

8) "A sua solução tá ótima. A realidade é que é dura."

9) "Pragmatismo tem limite."

10) "Desculpa, mas não faço frases sob encomenda."

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 16h45
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
...e começa hoje o UOL Tablóide Critica

Se tem uma coisa que eu faço com freqüência é criticar. Critico mesmo. Não tô nem aí.

Critico filmes, livros, canais de televisão, histórias em quadrinhos e, é claro, a mim mesmo.

Critico quando o assunto é sério, quando não é sério, quando é surreal e quando o assunto não é - ou seja, critico mesmo sem motivo.

A primeira vítima do UOL Tablóide criticaTambém sou criticado, é óbvio. Por mim mesmo, mas comigo eu costumo pegar leve. Sei lá, autopreservação. Mas sou criticado também por amigos, como o casal de namorados Resmungo e Reclama. Não sou contra a crítica, pelo contrário. Sou a favor, mas achando que, no fundo, no fundo, as pessoas me critiquem porque eu sou um gênio incompreendido.

OK, um cara bacana incompreendido.

Vá lá, um mais ou menos incompreendido.

No fundo, no fundo, um incompreendido.

Ou nem isso, talvez.

Enfim, o caso é que eu resolvi expor as minhas críticas. Filme, livro, videogame, sei lá, o que vier. Pretendo, toda terça, publicar um texto na linha "UOL Tablóide Critica".

E para começar hoje, um texto sobre uma revista de humor e quadrinhos, a "Mad", que voltou esta semana às bancas, estreando sua quarta edição brasileira.

Bem-vinda de volta, "Mad". Você terá a honra de ser o primeiro alvo de "UOL Tablóide Critica".

Que os leitores tenham piedade da sua alma. Eu não terei!

ps - se você também gosta de criticar, fique à vontade e expresse sua opinião sobre este post (ou sobre o "Editor do UOL Tablóide Critica")

ps2 - caras internautas Le e Camila, que comentaram o post Interrupção extraordinária: a melhor notícia do ano e que querem fazer uma avaliação crítica da minha aparência - tanto que pediram a divulgação da minha foto. Lamento. Sou crítico, desmiolado, inconseqüente etc. Mas tenho pena de vocês. Só eu sei o quanto meu espelho sofre enquanto eu escovo os dentes. Pouparei vocês todos desta visão horrenda.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 16h25
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Diário de Votu - 2

Aqueles que nasceram antes da segunda evolução do polegar opositor (e, portanto, não conseguem jogar videogames com mais de dois botões e apertam as teclas do celular com o indicador, como quem disca) às vezes se divertem com o espanto exibido pelos mais jovens diante da constatação de que existiu um dia um mundo sem Internet.

 

Marcelo Trujilho/Revista PerfilA Sub da Sub pertence à geração que os futuros arqueólogos procurarão para estabelecer o elo perdido entre as duas – ou seja, lembra do mundo sem Internet, mas não lembra se tinha alguma graça. Mas existe algo que, ela aposta, deixaria os meninos e meninas ainda mais boquiabertos: o mundo pré-micareta. Pode ser lenda, mas os antigos garantem que ele existiu. Um mundo em que o Carnaval só acontecia, bem, no Carnaval. Em que “tira o pé do chão!” era só aviso da mãe para ninguém pisar na sala encerada; “tá calor, tá calor” era comentário sobre o tempo e que fazer a fila era esperar a vez.

 

Escavações arqueológicas recentes indicam que, depois de algumas décadas de tímida existência no interior do Estado, a micareta saiu da Bahia nos anos 90 para tornar-se a já citada versão malemolente do Império Britânico – não só na expansão como também no estabelecimento de todo um estilo de vida.

 

Em sua saga pela fonte da beleza de Votuporanga, a Sub da Sub enfronhou-se no núcleo duro da juventude local, no centro de maior concentração de beldades animadas: sua primeira micareta. A cidade realizou neste final de semana o Ensaio do Carnavotu 2008 – espécie de aquecimento para a micareta (note que a derivação da folia não tem fim) tradicional que deve acontecer no segundo semestre e é uma das maiores do país. A cidade tem uma espécie de ‘sambódromo’, estrutura permanente que foi construída especialmente para abrigar sua própria micareta (uma das maiores do país), o Carnavotu.

 

A Sub da Sub acha que qualquer um que fique bonito de abadá merece coroa vitalícia de miss.

 

***

Quiz-Votu: 

Como ninguém acertou a anterior, agora segue uma fácil: qual é o nome do estádio do glorioso (e falecido) Votuporanguense?

E a solução do quiz anterior: as curiosas árvores da praça São Bento são pés de abricó-de-macaco.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h03
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
2ª interrupção, agora ordinária: bumerange no espaço
Todos sabem como é difícil se livrar de um bumerangue.
 
O astronauta japonês Takao Doi tentou se desfazer de um deles no espaço e - surpresa - o artefato voltou às suas mãos.
 
Assim, segundo o correspondente do andar de cima do UOL Tablóide, fica estabelecido que o cosmos é o melhor lugar para se abrir um curso de arremesso de bumerangue, já que o risco de ferir um transeunte é quase nulo.  
 
Mas certamente você, internauta, tem uma outra opinião, né?
Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h02
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Interrupção extraordinária: a melhor notícia do ano

O Editor do UOL Tablóide interrompe, por breves linhas, o excelente Diário de Votu da Sub da Sub, enviada em diligência à terra da beleza,  Votuporanga (SP).

Mas há notícias que merecem destaque, muito destaque. Descobertas que fazem um homem ficar feliz em plena segunda-feira, dia naturalmente criado para a ranzinzice e o mau-humor; fazem um homem elogiar até o Senhor Seu Síndico, mesmo que este o esteja multando por ter estacionado seu carro 1,5 milímetro fora do permitido; fazem um homem que se sente mais azarado que uma Sexta-Feira 13 se sentir com sorte suficiente para ganhar sozinho na loteria mesmo sem ter apostado; enfim, uma dessas notícias que fazem com que um homem como você e eu (ou seja, feio) se sinta feliz.

A notícia: "Casamento de feio com bonita 'tem mais chance de dar certo'".

Homens feios de todo o mundo, uni-vos!

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 12h18
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Diário de Votu – 1

Talvez seja porque somos ‘tudo italiano’, talvez porque, bom, é quente. A razão a Sub da Sub desconhece e fica para a próxima diligência. Mas o fato é que as sorveterias ocupam um papel de destaque no cotidiano de boa parte das cidades do interior paulista, geralmente com porções hiperbólicas e sabores que parecem saídos de um delírio glicêmico-psicodélico.

 

(A Sub da Sub aproveita para culpar o Ula-Ula de Taquaritinga por 86% dos problemas de sua vida adulta. Certamente o leitor conhece alguma variação desta bomba tropical: o sorvete das férias de sua infância consistia em um abacaxi aberto na longitudinal, extirpado de quase a totalidade de sua fruta original - e valor nutricional. Daí era preenchido – socado – com os mais diversos e menos harmonizantes sabores de sorvetes e caldas.)

 

Votu não é diferente, também tem em suas sorveterias um grande ponto de encontro e cardápio criativo. Os nomes das casas deixam claro que o negócio é fartura – e, realmente, com R$ 3 dá para lamber gelado (do bom!) o suficiente para brincar de ‘Linha Mortal’ com a diabetes. Na cidade das brisas suaves, as sorveterias mais conhecidas atendem por Sorvetão e Cremão. A Sub da Sub tem freqüentado a segunda e, em nome do jornalismo, arriscou os sabores Leite Ninho (recomendado pelo leitor Bruno) e Mousse de Avelã. Em nota pessoal, registra que gostou e quer conhecer os outros. Ainda tem medo de perguntar o que seriam os sabores Terremoto e Quatro Leites, mas chega lá.

 

Isto posto, e somado à quantidade de leitores que se mostraram profundos conhecedores do lanche Peito-Tudo no Diário de Votu anterior, a Sub da Sub declara oficialmente eliminado o item ‘alimentação saudável’ como causa da beleza dos votuporanguenses. A saga, portanto, continua.

 

**

Nem tudo na viagem é sorvete. Quando voltar a São Paulo, a Sub da Sub terá de mostrar a seu chefe, o Jardineiro Guatemalteco, algum serviço. Por isso fez um city tour com o Mister Brasil Mundo e genuíno votuporanguense Vinícius Ribeiro, e foi à casa do padre Silvio Roberto conhecer a próxima geração de craques dos concursos de beleza. E ainda vai ao Ensaio do Carnavotu. Tudo devidamente registrado. Aguarde.

 

**

Quiz-Votu: 

As árvores da Praça São Bento são pés de quê?

 

A resposta no Diário de Votu de amanhã. Mas você aí pode ir arriscando.

E a solução do quiz anterior: o Peito-Tudo é composto de pão, peito, queijo, ovo, bacon, presunto, ervilha, milho, tomate e alface. Muita gente acertou, mas a Sub da Sub expressa especial admiração pela leitora Júlia, que matou até de onde era o cardápio.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 23h31
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Diário de Votu Extraordinário

A Sub da Sub desculpa-se pelo atraso da segunda edição do Diário de Votu. Conheceu uma quantidade tal de participantes de concurso de beleza hoje que, embasbacada, perdeu a cabeça e todas as chaves originais, reservas e mestras que o hotel tinha de seu quarto. Problema resolvido, voltamos agora com nossa programação normal. Diário de Votu-1 em instantes.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 23h10
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Diário de Votu: Sub da Sub em diligência - 0

Contra fatos não há argumentos, e é de frases feitas que se faz uma boa introdução.

 

Diante da renovação do reinado votuporanguense no trono do império da beleza nacional com mais um Mister Brasil Mundo, a intrépida Sub da Sub não tem escolha: partiu em diligência para descobrir a fonte da belezura, o que há de tão especial na água (benta) da cidade que se orgulha de suas brisas suaves.

 

Não entendeu? Seguinte: começa hoje, portanto, uma incansável saga do UOL Tablóide em busca do Santo Graal estético do interior paulista.

 

 

Calmaria na Praça São Bento

 

(Ao receber a tarefa de seu superior, o Editor do UOL Tablóide, a Sub da Sub achou que era só parar naquele auto-posto da rodovia dos Bandeirantes. “Não precisa nem passar de Jundiaí!” Mas ele explicou que o Graal era outro. A Sub da Sub desconfia que ele olhou na Wikipedia.)

 

O épico tem início com a eterna comprovação paulistana da Teoria do Caos, que garante que o congestionamento em terra vai fazer você chegar ao aeroporto depois do horário do seu vôo, mas horário de vôo é coisa que colocaram na sua cabeça, e no fim o trânsito serve para evitar que você espere à toa no saguão de Congonhas. O sistema todo é redondo demais para considerar a hipótese de casualidade.

 

Não entendeu? Seguinte: o trânsito de São Paulo estava, obviamente, parado, e a Sub da Sub achou que ia perder o avião para São José do Rio Preto, escala de sua viagem rodoviária até Votuporanga. Mas o atraso nas ruas foi benéfico.

 

E nesta Sexta-Feira Santa toda a cidade está fechada. Mas a calma é só aparente: amanhã a juventude votuporanguense sai do chão com o Ensaio do Carnavotu 2008. Sim, a Bahia espalhou-se de tal forma pelo mundo que é hoje quase um Império Britânico, onde o sol nunca se põe. Sim, a Sub da Sub já comprou seu abadá, e justificou dizendo que é jornalismo gonzo, mas na verdade é open bar. E, sim, o relógio da praça marca 34 graus. À sombra. No outono.

 

A Sub, então, pára de teclar, para que o suor que escorre de suas mãos não danifique o supercomputador que levou até Votu.

 

 

*

Quiz-Votu:

Quais são os ingredientes do Peito-Tudo?

 

 

 

A resposta no Diário de Votu de amanhã. Mas você aí pode ir arriscando.

 

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 15h19
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Mais pensamentos do meu grande amigo, o Grand Canyon

Grand Canyon, meu grande amigo que é um Grand Canyon de sabedoria, gosta de fazer perguntas e prestar atenção nas respostas. A maioria dos sábios, repare bem, escuta mais do que fala e observa bastante.

(Eu falo pelos cotovelos e em 110% dos casos ajo antes de pensar - isso quando eu penso, mas aí é outra história.)

Grand Canyon é um bom ouvinte quando estamos aflitos. Ele ouve, ouve, ouve. "Acho que vou perder o emprego", "acho que perdi a namorada", "acho que só perco tempo!", "acho que sou uma besta" etc. Enquanto isso, Grand Canyon escuta.

Até que vem aquela hora inevitável: quando ele abre a boca. Demora mais do que você pensa. Não porque ele demore para descobrir o que dizer. Ele sabe. Mas ele espera algo mais importante: você descarregar. Afinal, você, eu, seres humanos normais (minha Ex-Namorada Alienígena não conta) acumulamos alguns maus sentimentos de quando em quando. Podemos descarregar no trânsito ou na gastrite, mas, venhamos e convenhamos, conversar com um bom interlocutor é muito melhor. Eu, por exemplo, viro a hipérbole da chatice de tanto que eu reclamo.

E aí Grand Canyon abre a boca. E, quando ele abre a boca, geralmente vem uma pergunta. No meu caso é quase sempre "e daí?". Não que ele ache que meus problemas sejam pequenos (embora eu tenha certeza de que ele ache isso). Mas ele sempre diz que, olhando de perto, e se perguntando e daí?, e daí?, e daí?, nós temos uma real dimensão do problema. Eu continuo sendo a hipérbole da chatice, mas fico levemente menos ranzinza.

E daí?, perguntaria Grand Canyon... E a conversa continuaria indefinidamente...

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h51
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Meu grande amigo, o Grand Canyon

Toda turma de amigos tem seus tipinhos: o otimista ("se algo não terminou bem é porque ainda não terminou"), o reclamão ("como o otimista fala m***a!"), o pessimista ("se der uma chuva de dólar, no meu colo cai uma conta vencida!"), outro esquentado (eles são maioria; o único ser vivo que supera os esquentados em quantidade na Terra são as baratas), o cara que acha que todas as mulheres são a fim dele ("às vezes eu acho que deveria usar uma jaqueta de arame farpado") e o cara que acha que sabe tudo. Estes dois últimos costumam ser os mais divertidos.

Mas há turmas, e isso é raro, em que há um cara que realmente sabe de tudo. Aquele poço de sabedoria que é consultado em momentos importantes (peço macarrão ou arroz com feijão?) e nos nem tão importantes assim (agora é hora de casar?). Na minha turma, possuo a sorte de ter um amigo que não é apenas um poço de sabedoria, mas um Grand Canyon de sabedoria, daí seu apelido: Grand Canyon.

Eu poderia passar meses discursando sobre as pérolas do meu querido Grand Canyon. Mas hoje vou falar de uma. Desconfio que essa tenha sido inspirada em uma pérola do Senhor Miyagi (vivido por Noriyuki Morita, que atuava com o nome artístico de Pat Morita), o sensei da clássica série de filmes "Karatê Kid".

Em uma cena do (salvo engano) segundo filme, Miyagi-San ensina as duas regras do caratê: 1 - caratê é só para defesa; e 2 - obedeça a primeira regra.

Grand Canyon nos diz: 1 - preocupe-se apenas com os problemas grandes; e 2 - todos os problemas são pequenos.

Reflitamos.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 22h40
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Viagens de Resmungo

Resmungo, um velho conhecido do leitor do blog do UOL Tablóide, tem família. E costuma visitá-la.

Até algum tempo atrás ele dizia:

- A visita aos parentes tem três fases: ida, arrependimento e volta.

Mas isso é coisa do passado. Resmungo mudou. Agora ele diz:

- A visita aos parentes tem três fases: arrependimento, ida e, finalmente, volta.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h03
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
As pessoas falam comigo em novilíngua (parte 2)

Já comentei aqui, há alguns dias, que há pessoas que falam comigo em novilíngua (alô, alô, George Orwell!). Na ocasião, citei pérolas ditas por mulheres que amealhei em todas as minhas bem vividas décadas sobre esta terceira pedra ao redor da pequena estrela Sol. Fiquei devendo o que meus amigos homens já me disseram, ainda me dizem e certamente me dirão.

Aqui vão as frase, didaticamente seguida por uma erutida tradução para o português:

"Vamos sair para jantar e talvez tomar uma cerveja?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Vamos para a farra?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Vamos ao cinema?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Vamos ao bar?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Vamos?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"E aí?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Hnh?" Tradução: "Vamos para a farra?"

"Trabalhando? Desliga essa droga de computador e vamos para a farra!" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"Cansado? Larga mão de ser fresco e vamos para a farra!" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"Casamento marcado?" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"Outro compromisso?" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"Perna engessada?" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"De plantão?" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

"Ein?" Tradução: "Sua desculpa não colou. Vamos para a farra."

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h14
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Homenagem a Paulo Vanzolini

Mais um samba do Editor do UOL Tablóide.

Desta vez este samba é só porque/ Vanzolini, eu gosto de você.

Na verdade, trata-se de uma paródia de um samba sensacional, o "Samba Erudito", em que o compositor Paulo Vanzolini mandava ver: "Andei sobre as ondas/ Como São Pedro/ Como Santos Dumont/ Fui aos ares sem medo" etc. etc.

Este é um samba erudito de paulista, que canta, no mesmo ritmo, algumas contribuições da inteligência paulista à ciência e à consciência nacionais. Claro que com muito menos talento do que o esbanjado pelo biólogo e sambista homenageado.

Chega de lero:

Samba erudito de paulista: homenagem a Paulo Vanzolini

Abri um besouro
como o Vanzolini
Como César Lattes,
estudei méson-pi,
no mesmo quilate,
lutei por justiça
e pelo amanhã
como lutou Florestan.
 
como Antonio Candido,
entendi o caipira,
Quis ser erudito
como Dona Gilda
e nesta "medilda"
achei que iria
te conquistar.
Mas foi erro puro,
não te apaixonaste,
esqueceste o amor,
nem sequer me ligaste...
 
preferiste um bronco,
um burro falante,
um ignorante,
safado, bandido,
um governante,
não foste elegante,
eu era um gigante
da inteligência,
jamais vou entender
essa tua ausência.

Valeu, moçada. Aguardo os costumeiros elogios e as críticas apaixonadas. Inté.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 16h26
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Maradona imita Pelé e ataca de cantor
Na eterna briga para saber quem foi o melhor jogador de futebol de todos os tempos, o argentino Diego Armando Maradona imitou Pelé e atacou de cantor em um duo com o intérprete mexicano Marco Antonio Solís durante um show neste sábado no estádio Luna Park, em Buenos Aires, segundo informa a agência Efe.

Cerca de 7.000 espectadores ovacionaram e gritaram "olé, olé, olé, Diego, Diego", quando o artista o convidou para subir no palco e cantar "A B C, A B C, todos los chicos tienen que leer y escribir".

O Editor do UOL Tablóide acha que se Maradona quiser realmente ser melhor que Pelé, tem que marcar mais de mil gols, ser ministro na Argentina, reverter uma vasectomia e fazer comercial de remédio contra impotência sexual, 'entiende'?
Escrito por Editor do UOL Tablóide às 17h43
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
E o título de Mister Brasil Mundo 2008 vai para...
...a imbatível Votuporanga! O maior descobridor de beldades da paróquia conseguiu de novo. Nas primeiras horas deste domingo, o título de homem mais bonito do Brasil mudou de mãos, mas ficou em casa. Vinicius Ribeiro, que concorreu representando o Espírito Santo, é o novo dono do título de Mister Brasil Mundo. Ele recebeu a faixa de Lucas Gil, que venceu o ano passado representando o Pará. E Votuporanga nessa história?

Nem sempre os estados têm um concurso ou indicado próprio, e então concorrentes de outros lugares são aceitos para representar a unidade da federação que está temporariamente (é o que esperamos) desprovida de belezas naturais. Foi o que aconteceu com os dois candidatos, legítimos filhos de Votuporanga e descobertas do invencível padre Sílvio.

 

O votuporanguense de fato e vocação que a partir desta data assume o título de mais belo do Brasil garante que o padre é muito boa gente e entende muito do assunto, “mas que quem tiver a oportunidade de visitar Votuporanga vai ver que a cidade está cheia de homens e mulheres bonitos”.

 

A Sub da Sub não achava nem que a cidade, de apenas 77 mil habitantes, estava cheia, mas a esta altura acredita piamente no poder da beleza local (afinal de contas, o sacerdote que celebra misses pode ser padre, mas não faz milagre). Portanto, além de fazer da cidade paulista seu destino para as próximas férias (o portal da Prefeitura destaca a empolgante Praça da Matriz entre os pontos turísticos, onde supõe-se que aconteça o footing de mais alto nível do país), a Sub da Sub lança aqui a campanha pelo título de maravilha nacional. Votuporanga entraria como desafiante do Cristo Redentor, atual detentor do cinturão, mas certamente levaria a melhor. É até bem possível que, já que dispõe de uma conexão direta, o padre convença o veterano a entregar o título sem briga.

 

*

E fica a pergunta: você conhece Votuporanga?

 

*

Vinícius Ribeiro foi o vencedor do Mister Brasil Mundo 2008. O segundo lugar ficou com o Mister Minas Gerais, Maciel Moreno Mendes, seguido pelo Mister São Paulo, Luciano Stranghetti, e o Mister Rio de Janeiro, Ronald Rezende Pereira da Silva, o mais votado na enquete do UOL.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 03h00
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Mister Brasil Mundo 2008: de olhos bem abertos
Éder Nascimento
Vanessa Eggers recebe bitoca de um de seus meninos

Vanessa Eggers é uma pessoa de sorte, como conta à Sub da Sub do Editor do UOL Tablóide na primeira conversa entre as duas. Logo antes de sair às pressas de Curitiba em direção a Poços de Caldas, seu pneu furou a caminho da manicure. Sorte? “Claro. Estava em frente à casa de uma amiga, que me ajudou, e o dia ainda estava claro. Se furasse na volta do salão, eu estaria sozinha e no escuro. Pior: ia estragar as unhas recém-feitas”, explica.

 

E como às vezes acontece, o azar dos outros também foi sorte de Vanessa: a razão pela qual ela está em Poços de Caldas é a perna quebrada – e devidamente lamentada, sublinhe-se – de uma das chaperonas do Mister Brasil Mundo 2008. Impossibilitada de cumprir a tarefa de cuidar dos 25 homens que disputam o concurso, foi substituída por Vanessa. A ela cabe agora a missão de não tirar os olhos dos candidatos ao título de homem mais bonito do Brasil.

 

Apesar de, ao contrário das mulheres, os homens terem escapado de ter um pronome de tratamento que diferencie os “donzelos” dos demais, no concurso a preocupação moral é a mesma para mister e miss. Eles, como elas, também não podem deixar o hotel desacompanhados ou receber visitas, e têm na figura da chaperona uma acompanhante constante e atenta. O que, segundo Vanessa, não dá trabalho nenhum, já que os rapazes são “comportadíssimos”. Ela cumpre ainda a função de protegê-los de um possível assédio mais exaltado, mas até agora a empolgação do público feminino tem sido, de acordo com a chaperona, grande, porém respeitosa. A Sub da Sub testemunhou a gritaria das ocupantes pré-púberes de duas peruas escolares e um grupo de senhoras buscando informações sobre ingressos para o evento e às raias do clichê de apertarem as bochechas dos moços. Tudo muito lisonjeiro e inofensivo. Nem a tarde dedicada a um banho coletivo nas famosas termas da cidade criou problemas.

 

Restam, então, as complicações mais prosaicas de manter 25 jovens sempre arrumados, pontuais e identificados com o button dos Estados que representam. Qualquer idéia de glamour associada ao trabalho (que, sim, inclui tarefas como olhar enquanto eles fazem academia) é substituída pela realidade quase maternal de perguntar se todo mundo escovou os dentes e fez xixi antes de sair.

 

*

Até as 20h deste sábado você pode votar no seu favorito e eleger um dos semifinalistas clicando aqui.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 13h30
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Os melhores títulos da história antiga

O Editor do UOL Tablóide pediu, e o internauta não deixou a desejar.

Vários leitores deste blog sugeriram notícias que poderiam muito bem ter ido parar na primeira página dos melhores portais de internet da Grécia antiga. Muitas delas seriam manchete, não há dúvida.

Vamos lá:

Atlas desabafa: "Parece que carrego o mundo nas costas!"

"A maré não está para peixe", desabafa Posseidon!

Pecuarista leva vaca premiada para conhecer o Minotauro

Escândalo nos 12 trabalhos: Hércules pego no exame antidoping!

Zeus garante: esse negócio de Olimpíadas está virando um negócio da China


Todos estes títulos geniais foram imaginados por Ronaldo Degiovani.

* * *


Esporte: Grécia e Tróia travam batalha épica pela tríplice Coroa de Helena

Esporte: Aquiles sofre lesão no calcanhar e pode ficar fora do próximo confronto da Grécia

Cartões: Além do Cavalo, envie um cartão para os troianos. Eles vão adorar

Estes aí são do fã do UOL Tablóide Alessandro Lefevre.

* * *


Polícia: Preso em atenas Perseu, acusado de decapitar Medusa

Beleza: Vinte dicas de beleza com Afrodite

Economia: Transporte aéreo sofre queda, declara Ícaro

Sugestivas sugestões do Marcello.

* * *


E, finalmente:

Queime calorias com o Nero AB-Toaster


A idéia de um internauta anônimo é ótima, mas Nero é uma personagem do mundo romano, não do grego. Ou seja, valeu, mas o Editor do UOL Tablóide quer mais.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 12h57
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Artigos alucinantes

UOLSabe, o mundo da notícia é uma coisa impressionante.

Hoje, por exemplo, soube de um sabichão israelense que defende a tese de que Moisés estava "mucho loco" quando pôs no papel (digo, na pedra) os Dez Mandamentos.

Se você quiser ajudar o Editor do UOL Tablóide a redigir os dez mandamentos da pesquisa científica, clica aí embaixo e mande sua sugestão. Ou simplesmente comente.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 13h30
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook

O Editor do UOL Tablóide estava navegando no UOL Tecnologia na sexta-feira quando ele topou com a chamada "Cavalo-de-tróia ataca outros cavalos-de-tróia". Ele achou muito legal a autofagia eqüina e imaginou uma variação sobre o título.

"Cavalo-de-tróia ataca Atenas"


Daí o Editor, que apesar de muito ocupado sempre tem um tempinho ocioso para pensar em tolices, começou a imaginar: e se de repente todo o noticiário fosse baseado na Grécia antiga? Algumas sugestões de chamada para a home homérica:

"Veja fotos do Ciclope no Olho Mágico"

"Conheça as candidatas da etapa do mar Adriático do concurso Sereias"

"Perca a barriga com uma dieta espartana"

"Enquete: você acha a Penélope charmosa?"

"'Eu sou ninguém', confessa Ulisses em entrevista exclusiva"

Alguma sugestão, internauta? Pode mandar!

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 13h04
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook