Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Albanian, Portuguese, Sexo, Sexo, Sexo
Histórico
Busca no blog
01/05/2011 a 31/05/2011 01/03/2011 a 31/03/2011 01/02/2011 a 28/02/2011 01/01/2011 a 31/01/2011 01/12/2010 a 31/12/2010 01/11/2010 a 30/11/2010 01/10/2010 a 31/10/2010 01/09/2010 a 30/09/2010 01/08/2010 a 31/08/2010 01/07/2010 a 31/07/2010 01/06/2010 a 30/06/2010 01/05/2010 a 31/05/2010 01/04/2010 a 30/04/2010 01/03/2010 a 31/03/2010 01/02/2010 a 28/02/2010 01/01/2010 a 31/01/2010 01/12/2009 a 31/12/2009 01/11/2009 a 30/11/2009 01/10/2009 a 31/10/2009 01/09/2009 a 30/09/2009 01/08/2009 a 31/08/2009 01/07/2009 a 31/07/2009 01/06/2009 a 30/06/2009 01/05/2009 a 31/05/2009 01/04/2009 a 30/04/2009 01/03/2009 a 31/03/2009 01/02/2009 a 28/02/2009 01/01/2009 a 31/01/2009 01/12/2008 a 31/12/2008 01/11/2008 a 30/11/2008 01/10/2008 a 31/10/2008 01/09/2008 a 30/09/2008 01/08/2008 a 31/08/2008 01/07/2008 a 31/07/2008 01/06/2008 a 30/06/2008 01/05/2008 a 31/05/2008 01/04/2008 a 30/04/2008 01/03/2008 a 31/03/2008 01/02/2008 a 29/02/2008 01/01/2008 a 31/01/2008 01/12/2007 a 31/12/2007 01/11/2007 a 30/11/2007 01/10/2007 a 31/10/2007 01/09/2007 a 30/09/2007 01/07/2007 a 31/07/2007 01/08/2006 a 31/08/2006 01/07/2006 a 31/07/2006 01/06/2006 a 30/06/2006 01/05/2006 a 31/05/2006 01/04/2006 a 30/04/2006 01/03/2006 a 31/03/2006 01/02/2006 a 28/02/2006 01/01/2006 a 31/01/2006 01/12/2005 a 31/12/2005 01/11/2005 a 30/11/2005 01/10/2005 a 31/10/2005 01/09/2005 a 30/09/2005 01/08/2005 a 31/08/2005 01/06/2005 a 30/06/2005 01/05/2005 a 31/05/2005 01/04/2005 a 30/04/2005 01/03/2005 a 31/03/2005 01/02/2005 a 28/02/2005 01/01/2005 a 31/01/2005 01/12/2004 a 31/12/2004 01/11/2004 a 30/11/2004 01/10/2004 a 31/10/2004 01/09/2004 a 30/09/2004 01/08/2004 a 31/08/2004 01/07/2004 a 31/07/2004 01/06/2004 a 30/06/2004 01/05/2004 a 31/05/2004 01/04/2004 a 30/04/2004 01/03/2004 a 31/03/2004
Visitas   
 
Samba em portunhol
O Editor do UOL Tablóide já tratou aqui de sua adesão ao movimento que quer fazer do portunhol uma língua literária.

Para que esse apoio não vire letra morta, o Editor fez mais uma letra de samba, que, dependendo do talento do músico que vier a dar-lhe notas e compasso, pode muito bem fazer referências ao tango.

Samba y tango

Yo sé que meu samba es una porqueria
Mas o que conta es la erudición
Un editor que hace tantas
cosas tan diversas y modestas
merece una reputación.

Quien hace samba en portuñol
alguna inteligencia tene
mismo que sea sin compasso
non es un caso de descaso.

não chores por mim internauta,
lo riso es solo lo que tenes
y las
misses que são lindas
y puedes verlas acá también.

Yo sé que meu samba es uma porqueria
Mas o que conta es la erudición
Un editor que hace tantas
cosas tan diversas y modestas
merece una reputación.


Muchas gracias y hasta la vista, internauta.
Escrito por Editor do UOL Tablóide às 12h28
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
As pessoas falam comigo em novilíngua!

Quando o George Orwell escreveu "1984", ele criou a novilíngua. Nem vou tentar explicar o que é - ler o livro será muito mais didático.

Mas o lance é: eu acho que há pessoas que falam uma espécie de novilíngua aqui fora, no mundo real. Mulheres, amigos... E eu mesmo, claro. Vivo tentando me enrolar, mas sou um péssimo mentiroso. Nem eu acredito em frases como "só vou pedir a saideira", "semana que vem eu começo na academia", "deste ano não passa: vou correr a São Silvestre" etc.

Eu andei coletando algumas frases que me disseram em novilíngua. De mulheres e amigos. Vou postar hoje, aqui, as das mulheres, com a devida tradução para o português coloquial:

"Desculpe, querido, não é nada contra você. É comigo." Tradução: "Você é feio."

"Olha, é que estou passando por um momento difícil." Tradução: "Você é feio."

"Eu sei, eu sei. Olha, também gostaria. Mas não quero perder a nossa amizade, sabe?" Tradução: "Você é feio."

"Acho que você está entendendo direito... Não é bem isso..." Tradução: "Você é feio."

"Acho que você está se confundindo um pouco... Não é bem isso..." Tradução: "Você é feio."

"Olha, larga mão de ser burro! Não é nada disso!" Tradução: "Olha, larga mão de ser burro! Não é nada disso!"

Sim, eu sei: os homens também falam em novilíngua (principalmente com as mulheres). No próximo post, vou colocar algumas frases que alguns amigos me falaram em novilíngua, com a devida tradução.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 18h22
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Gastronomia e sexo, tudo a ver

Li uma divertida matéria na Folha de hoje - saca só a primeira frase: "A mulher de cabelos e olhos negros, seios fartos e corpo calipígio leva o dedo indicador até os lábios carnudos e, com a ponta da língua, lambe, lançando um olhar safado para a câmera. A mulher em questão não é nenhuma estrela de filme erótico."

Não, não é sobre filmes pornôs, mas sobre "food porn", uma "espécie de movimento de fetichização da comida - que vai da apresentação luxuriante dos pratos às apresentadoras de televisão".

Não provei e já gostei. Como dizia Oscar Wilde (acho que é dele, se não for, corrija-me, por favor!), posso resistir a tudo menos às tentações.

São muitas as vantagens da "food porn ". Uma coisa é um doce, sempre tentador. Outra é um doce tentadoramente apresentado de maneira sensual. Uma coisa é uma torta, sempre tentadora (atiro para todos os lados: doces, salgados, comida de hispital...). Outra é uma torta tentadoramente apresentada de maneira sensual. Uma coisa é um prato de arroz com feijão. Outra é... Bom, você entendeu!

Nham...

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 22h15
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Pensamentos sobre Cuba e Fidel

Cuba, como a mente de tia Izildinha, será sempre um enigma para o Editor do UOL Tablóide.

Por isso, ele pôs uma música do Roupa Nova na vitrolinha, pegou gelo e cuba-libre e passou a refletir:

Como escreveu John Milton, em "Paraíso Perdido", Fidel achou que era melhor reinar no Inferno a servir no Paraíso.

Como disse Émile Zola a respeito do romance "Thérèse Raquin", Fidel poderia repetir: "Algumas injúrias, muitas tolices, foi tudo o que li até agora sobre a minha obra".

Como Eça de Queiroz, o Editor gostaria de ter vivido em Cuba.

Como diria a marchinha de Carnaval, "Cuba lança, Cuba lança/ quero ver Cuba lançar".

Como Phroudon, o Editor acredita que a ironia é a verdadeira liberdade: "És tu que me livras da ambição do poder".

Como o Editor do UOL Tablóide, o Editor do UOL Tablóide vai voltar a trabalhar.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 14h19
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Comentários que o Editor adora
Sabe, o Editor do UOL Tablóide não é um cara cabotino, convencido ou gostosão. Ele é um cara simples, que gosta de comer macarronada aos domingos, de preferência acompanhada de um frango de televisão e uma bebida gelada.

Como hoje não alcançou seu ideal de vida, ele resolveu dar um trato no próprio ego. E fez uma seleção das intervenções mais simpáticas dos internautas que passeiam por este blog e também pelo Fotoblóide. E, abaixo, um breve comentário.

Foi muito bom. Vai dar para passar uma semana feliz, só relendo esse post (quem quiser ler as críticas pode navegar pelos comentários. Mas, hoje, este Editor vai pulá-las, em respeito a sua auto-estima).

1) Bravo! Amigo vc merce um beijo na boca! E viva o Zé Geraldo dos tupiniquins daqui e de lá daquele presídio do Recife. Rsrsrs. Bejcas e boas notícias, Xyxyxyxyxyxy.
Comentário do Editor: Xyxyxyxyxyxy, sabe, você foi eleita a leitora do ano. E só estamos em fevereiro. Talvez você ganhe o prêmio de leitora da década!

2) Oieee moço fofo, muito massa seu Bloguito. Esse final de semana li varios posts e confesso que adorei. Agora venho todos os dias de manhã tomar um chazinhu aqui, pq cafeína não rola, é praticamente droga pesada para minha singela pessoa, rs. Meu blog não é tão interessante pq conto apenas fragmentos do meu dia a dia. É um verdadeiro rendez vous de emoções e bobagens muitas vezes sem sentido para alguns, mas com sentido literal para outros, hehe. Tem tb meu diário de sonhos, coisa que nem psiquiatra explica. Mas fique à vontade para dar pitaco. Urania.
Comentário do Editor: Urania, meu pitaco é o seguinte. Nem li o seu blog (o endereço que você deu adiante não funcionava), mas já gostei!

3) A D O R E I seu texto. Rolei de rir... Daniela.
Comentário do Editor: Daniela, esse era o objetivo, fazer você rolar de rir. Se consegui isso, já posso me considerar um homem feliz!

4) Que alegria! Este blog salvou o meu dia tedioso na firma!! E viajei ao passado, quando um dos nossos politicos ganhou 200 vezes na loteria - e um amigo (muy criativo) foi de político sortudo numa festab à fantasia (sem álcool)... Saudações e beijos. Renata.
Comentário do Editor: Renata, esse blog tem como primeiro objetivo livrar as pessoas de "dias tediosos" à frente do computador. E, segundo, amealhar leitoras sensíveis e que mandam saudações e beijos como você. Valeu!

5) Apenas uma palavra: sensacional! Um dos melhores posts do blog. Alessandro.
Comentário do Editor: Alessandro, você é o primeiro homem a entrar nessa lista. Você seria eleito o leitor do ano, mas veja só, peguei logo abaixo outro comentário seu: "O pior post que já vi aqui". Pô, perdeu o caneco.

6) hahaha.... muito bom esse texto, primeira vez que eu comento aqui mas sempre que possivel eu leio o que descreve... Franklin
Comentário do Editor: Franklin, continue lendo e comentando.

7) Rsrsrrs, A Geladeira Diabólica foi muito boa!!! Quer ver um outro do gênero, procura por "Killer Condom". Muito bom também! Gislaine
Comentário do Editor: querida Gislaine, são esses pequenos acertos que fazem o nosso sucesso. Valeu!

8) Ai que foooooooooooofo!!!! Que editor lindoooooooooo!!! Ai fiquei até emocionado!!!!!!!!!!!!! Que fofo!!!!! Adoro heteros inteligentes...aliás são meus melhores amigos. Sem preconceitos moço Editor...mas achar hetero inteligente é tarefa dificil. KKK..brincadeiras à parte isso não é uma cantada. Tudo de bom pra vc!!!! Sr. Sei!!!!!
Comentário do Editor: mais um fã.

9) O editor do uol é hilário!! Adoro! Amei o comentários sobre os elefantes em fila indiana! Leticia.
Comentário do Editor: o Editor não é apenas hilário. Ele também tem um amigo que se chama Hilário!

10) O editor de UOL Tabloide sempre foi sarcástico e irônico! (...) O sarcasmo é para pessoas inteligentes, senhores, senhoras e demais! Paulo
Comentário do Editor: Paulo, o Editor é hilário, sarcástico, irônico. Na verdade, o Editor é uma proparoxítona só! [tá certo o Alessandro, "hilário" não é proparoxítona, mas que a frase fica engraçada, fica, rs.]
Escrito por Editor do UOL Tablóide às 15h22
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook

Quem deu a notícia foi a Agência Estado: um casal foi preso em flagrante na tarde de ontem (11/2) quando tentava jogar dois quilos de maconha por cima do muro do Presídio Aníbal Bruno, no Recife, segundo informações da Secretaria Executiva de Ressocialização do Estado.

De acordo com a secretaria, uma fiscalização já estava sendo mantida, após o registro de vários casos de drogas serem jogadas para os presos.

O casal foi levado para a sede da Federal em Recife e indiciado por tráfico e associação para o tráfico, com o agravante de cometer os crimes próximo a uma instituição pública.

Duas implicações desta notícia:

1) Jogar maconha para o alto não pode ser considerado, a rigor, "porte de droga", porque a maconha, no caso, está no ar, voando sozinha, não está "portada", certo? Então o Editor do UOL Tablóide propõe a criação de um novo artigo no Código Penal, que puna de uma vez por todas o "esporte de maconha" (assim, se alguém for pego chutando maconha, também pode ser submetido aos rigores da lei);

2) Se os dois quilos de maconha tivessem caído na cabeça de um preso, o casal seria acusado de tentativa de homicídio.

Por fim, um comentário adicional: enquanto fatos surpreendentes como esse acontecem por todo o país, você não se sente um tanto como  personagem daquela música do José Geraldo, que fica ali na praça "Dando Milho aos Pombos"?

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 15h10
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Eu também queria participar de um reality show. Acho.

Como a maioria dos seres humanos, e outros nem tão humanos, que conheço, eu gosto de assistir TV. Especialmente programas em idiomas que não compreendo. Eu me divirto com as caras e bocas dos atores que, pra mim, não fazem o menor sentido.

Mas não é disso que queria falar, mas dos reality shows. Tem reality show para tudo; ontem, descobri um que é sobre... Vingança. Te enganaram? Se divertiram às suas custas? Simples: você chama o barbudo com cara de malvadinho e ele te ajuda a dar o troco.

OK, mas esse é um reality show específico. Tem os clássicos, como o Big Brother Brasil. Às vezes fico pensando: acho que eu adoraria participar de um reality show desses. Dormiria 12 horas por dia; participaria com muito afinco dessas provas de resistência que duram 15 horas, mas desistiria em menos de três minutos e voltaria para a cama; ficaria lendo livros e gibis enquanto meus companheiros de confinamento ficariam orquestrando tramóias e conchavos; nadaria bastante; comeria feito um rei; enfim, me divertiria à beça.

Há, sempre, o outro lado. Pagar mico vestido de patos ou sei lá o que, levar cachorros invisíveis para passear etc. Mas isso é o de menos.

Mas pensando bem... São câmeras para todo lado. Uma coisa é roncar a noite inteira em casa; outra é roncar 12 horas seguidas aos olhos de milhares de brasileiros. Sim, algumas liberdades teriam de ser sacrificadas. Tomar banho de uma hora, por exemplo. Poder comer prescindindo dos talheres. Falar sem pensar em 100% das ocasiões. Poder deixar a louça se acumulando sobre a pia para lavá-la em um dia de absoluto tédio (que fatalmente nunca vem). É... Pensando bem...

Acho que eu não queria participar de um reality show, não. Assistir do lado de cá da TV é bem mais divertido... E menos trabalhoso.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h18
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Ah, os rankings de beleza: 3 brasileiras entre 'as 10 mulheres mais quentes do mundo dos esportes'

Eu havia dito, na semana passada, que a cada 15 dias há uma eleição de mulher mais bonita do mundo, com pequenas alterações no título: "mulher mais bonita do mundo", "mulher mais bonita do mundo de todos os tempos", "mulher mais bonita de todos os mundos de todos os tempos" etc.

Subestimei a quantidade dessas pesquisas (eleições, concursos...). Só nesta semana, vi duas: a mais sexy do mundo, pelos internautas da playboy.com, vencida pela Angelina Jolie, e agora "The 50 Hottest Women of Sports" (as 50 mulheres mais quentes do mundo dos esportes), realizada pelo tablóide de celebridades "The Popcrunch Show".

Eu já havia dito que não levaria a sério um ranking de beleza que não tivesse uma brasileira em primeiro lugar. OK, este tem duas brasileiras entre os dois primeiros lugares... Mas não, não foi vencido, por uma brasileira. O primeiro lugar ficou com a ex-tenista russa Ana Kournikova, que é quase "hors-concours" quando o assunto une "esporte" e "beleza". Mas em segundo lugar estão duas brasileiras, empatadas: as gêmeas Bia e Branca - elas participaram da equipe que conquistou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos 2007.

Há uma terceira brasileira entre as dez mais: Daniela Cicarelli. E o que ela faz na lista, pode perguntar você? A resposta que aparece no Popcrunch é: "Not a sportswoman, but the ex-girlfriend of Ronaldo"  (não uma esportista, mas uma ex-namorada de Ronaldo).

Não olhe assim para mim. Não fui eu que fiz esse ranking.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 19h55
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
O Resmungo tem uma namorada: a Reclama

Tenho amigos algo peculiares. Alguns mais do que os outros. O Resmungo, por exemplo. Ele reclama, reclama, rosna, resmunga e reclama. É praticamente a forma humana da gastrite. O peculiar é que, apesar de tanto mau humor, todo mundo gosta dele. Acho que as pessoas se divertem vendo o Resmungo reclamando. E, ao ver que nós damos risada, ele fica ainda mais mal-humorado, e resmunga mais.

E eis que, para nossa surpresa, o Resmungo apareceu com uma namorada que é a alma gêmea dele: a Reclama. A Reclama resmunga mais do que o Resmungo reclama. É simplesmente impressionante.

Quando o Resmungo pega carona com alguém, ele sempre reclama que o motorista não sabe dirigir. Já a Reclama resmunga que o motorista não sabe dirigir, é mais lento que um caracol preguiçoso e que, se fosse ela ao volante, já teriam chegado lá "ufff... há muito tempo!".

O Resmungo reclama de qualquer restaurante, normalmente da comida e do preço. A Reclama resmunga da comida, do preço, do atendimento, dos vizinhos da mesa ao lado, do maître (quando existe), da não-existência do maître (quando não existe) e do "infeliz sem paladar que escolheu este maldito restaurante".

Quando vai comprar roupas, Resmungo reclama do preço e inevitavelmente da própria roupa que acaba levando. Reclama resmunga do preço, da roupa, da falta de gosto do Resmungo, da falta de gosto do vendedor, da falta de gosto do gerente e dessa "ridícula indústria da moda que nos faz comprar coisas ridículas".

No cinema, Resmungo reclama dos filmes. Reclama resmunga dos filmes durante a projeção, cena a cena, e não se importa quando alguém pede silêncio a ela. Simplesmente passa a reclamar da falta de "inteligência artística" do público, acostumado a aceitar "qualquer lixo que projetem na telona".

Resmungo reclama quando o assunto é a seleção brasileira de futebol. Reclama resmunga das seleções de futebol, basquete, badminton, tiro com arco e punhobol. Ela só fala bem do Bernadinho.

Resmungo reclama quando o assunto é política. Reclama resmunga, resmunga, resmunga e sai da mesa.

Resmungo e Reclama foram feitos um para o outro!

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 17h04
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Umbilicus Umbigus: 'Ué, o mundo não gira ao meu redor?'

Este post é em homenagem ao meu velho amigo, Umbilicus Umbigus.

Umbilicus não usa o telefone para falar com um colega no trabalho. Ele grita, mesmo que a pessoa esteja do outro lado do andar.

Umbilicus não aceita "não" como resposta. Normalmente, vence pelo cansaço. Quando pedir a mesma coisa trocentas vezes não dá resultado, ele faz carinha de coitado. Há quem caia.

Umbilicus não pede por favor. Afinal, por que ele deveria?

Umbilicus não aceita "não" como resposta. Mesmo.

Umbilicus adora conversar. Inclusive, para ele, não faz diferença se a conversa não é com ele. Se ele ouve alguma palavra de algo que ele goste, ou não goste, em uma roda de conversa a um raio de 50 metros dele, vai se intrometer.

Umbilicus não aceita "não" como resposta. Entendeu?

Umbilicus é movido a elogios. Quer convidá-lo para ir ao cinema, tomar uma cerveja ou mesmo pedir a ajuda dele fazer a mudança da sua casa? Fácil. Elogie-o por alguns minutos. É infalível.

Agora, se Umbilicus te convidar para ir ao cinema, tomar uma cerveja ou pedir sua ajuda para a mudança dele da casa, nem pense duas vezes. Você vai ter que aceitar. Afinal, Umbilicus não aceita "não" como resposta.

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 19h23
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Depois de Zeta-Jones, agora Jolie é eleita a mais sexy

Lembra que na semana passada eu havia dito que a cada 15 dias há uma eleição de mulher mais bonita do mundo, com pequenas alterações no título: "mulher mais bonita do mundo", "mulher mais bonita do mundo de todos os tempos", "mulher mais bonita de todos os mundos de todos os tempos" etc.?

Então, descobri hoje no UOL Celebridades que Angelina Jolie foi eleita a mulher mais sexy do mundo em uma pesquisa com os leitores do site playboy.com. Outras duas atrizes completaram o pódio: Scarlet Johansson, em segundo, e Jessica Alba, em terceiro lugar.

Pergunto e volto a perguntar: quem vai levar a sério uma pesquisa de beleza que não tem uma brasileira em primeiro lugar?  

Se bem que, tenho que admitir: até que essa tal de Angelina Jolie é bonitinha...

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 23h56
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook
Eu sou a Lenda

Há um filme em cartaz que se chama "Eu sou a Lenda". Pelo título, pode-se acreditar que se trata da autobiografia de Ele, o Bom, mas não é o caso. Na verdade, não tem nada a ver: é uma ficção científica que um vírus destruiu a maior parte da humanidade.

Não vi o filme, mas gostei do título porque me lembra um grande amigo meu: o Lêndea. Quando falava de si mesmo, o Lêndea usava a terceira pessoa do singular. Se fazia um gol no futebol, dizia: "você viu que golaço o Cara fez?". O "Cara", evidentemente, era ele. Nessa época, queria que nós, seus amigos, o chamássemos de "O Cara". Virou "Oca", apelido por ele refutado. Aí ele tentou se apelidar de "O Ídolo". Virou "Idílio".

Finalmente ele "decidiu" que o apelido dera seria "A Lenda". Mandava e-mails com assuntos como "Leia mais esta poesia escrita por A Lenda", "Fotos dA Lenda e seus amigos na praia" etc. Não deu outra: virou o Lêndea.

E o mais divertido do Lêndea é que ele gosta de criar "mitos" a seu respeito. Diz aos quatro ventos que ele ficou com todas as moças interessantes do trabalho dele. Segundo ele, as que ainda não ficaram com ele se sentem excluídas e vão dar em cima dele assim que o boato chegar a seus ouvidos. Questionado se funciona, ele apenas respondeu: "coisas dO Lenda". Ai...

O Lêndea também tem um blog que assina como Pseudônimo. Na descrição de si mesmo, diz que é "tímido" demais para revelar o nome. Há dez internautas mulheres que comentam todos os posts dele, sempre o chamando de "lindo" e "querido". Aparentemente é ele mesmo, usando pseudônimos femininos para deixar seu blog "popular". Questionado se é verdade, ele apenas respondeu: "coisas dO Lenda". Ai...

O Lêndea sempre pode ser visto em cafés, durante a noite, lendo livros de pelo menos 800 páginas com seus elegantes óculos. Ele já admitiu que sua vista é perfeita, e que os óculos são apenas para dar um charme. Sobre os livros... Já reparamos que é sempre o mesmo. Ou ele demora muito para ler, ou relê sempre o mesmo livro, ou ele gosta mesmo é de ficar folheando. Questionado sobre isso, ele apenas respondeu: "coisas dO Lenda". Ai...

E há quem diga que o Lêndea faz tudo isso só para as pessoas comentarem o quanto ele é excêntrico, mas que no fundo ele é absolutamente normal e simples. Coisas do Lêndea!

Escrito por Editor do UOL Tablóide às 20h46
comunicar erro COMUNICAR ERRO
  • Compartilhe
  • Orkut
  • Facebook